NACIONAIS

UIARio2021: Uma arquitetura permeável

Ambientalista, filósofo, líder indígena, Ailton Krenak defende que “a vida deve atravessar paredes”

“Precisamos de casas que se atravessem de luz, de ar, de vida”. Ailton Krenak, um dos grandes pensadores da atualidade, foi incisivo e ao mesmo tempo poético ao chamar a atenção dos participantes do UIA2021RIO para o que a humanidade e o planeta reclamam.
Ambientalista, líder indígena, filósofo, escritor, Krenak condenou o modelo de cidade que se consolidou no século passado e que continua sendo reproduzido: “é impossível chamar as cidades de sustentáveis. Elas são uma armadilha. Mais de 70% da população vive em cidades, mas as cidades não produzem o que consomem – nem os alimentos, nem a energia”.
Também não poupou críticas a um tipo de arquitetura: “Eu me ressinto quando vejo arquitetos contemporâneos estatelados diante de uma metáfora como Dubai. Parece que a arquitetura ficou refém do futurismo. Esses meninos devem ter crescido lendo Flash Gordon e não sabem pensar em habitações terrenas – ou terranas – feitas de terra para gente da Terra. São infantes terríveis desenhando estações espaciais enquanto Marte não vem”. E, ainda, sobre os materiais, fez outra pontuação severa: “se estivessem numa corrida para o fim do mundo, seria justificado o uso de ferro, cimento e vidro”.
Pesquisador das arquiteturas vernaculares, Igor de Vetyemy, presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil no Rio de Janeiro (IAB-RJ), comentou sobre o uso de materiais alternativos como o barro e a palha – comuns nas construções indígenas e eficientes no controle de umidade e na ventilação – e sobre técnicas construtivas e desenhos arquitetônicos dos povos originários que podem ser inspiradoras na atualidade.
Krenak reforçou alguns dos princípios do UIA2021RIO: falou em “interdisciplinaridade”, “multivisão” e destacou ainda a importância de se incluir o tema da Saúde no debate sobre cidades.
Mencionando o artista Helio Oiticica, Krenak sugeriu uma arquitetura permeável, que “responda à respiração da Terra”. “A vida precisa atravessar as paredes”, finalizou.
A conversa de Ailton Krenak com Igor de Vetyemy está disponível gratuitamente, até domingo, na página: https://aberto.uia2021rio.archi/debates/cambios-climaticos/.

“Nossa grandeza é nossa fragilidade”
Físico e doutor em Cosmologia, Luiz Alberto Oliveira aponta perspectivas futuras

Não é à toa que ele é o curador do Museu do Amanhã, do Rio de Janeiro. Físico, doutor em Cosmologia, Luiz Alberto Oliveira fala sobre o futuro embasado em conhecimentos dos mais diversos. Futuro, que, aliás, em sua concepção, é plural: “este é o momento em que podemos prospectar os vários futuros possíveis”, diz. Para ele, o certo é que as novas gerações viverão em um planeta profundamente modificado pela própria ação humana e as alternativas de vida neste planeta estão dadas agora, em ritmo acelerado e com impacto ampliado.
“A intensidade de nossas trocas, neste mundo hiperconectado e rápido, é um dos fatores de nossa fragilidade”, destacou o cientista em sua apresentação no 27º Congresso Mundial de Arquitetos. Ele explica que vivemos em sistemas muito sofisticados, com alta potência, em que um agente biofísico é capaz de se alastrar com efeito devastador, como no caso da pandemia do Covid-19. “Nossa grandeza nos traz fragilidade”.
As reflexões de Luiz Alberto foram ainda mais aprofundadas com as indagações da arquiteta Margareth Pereira, integrante do Comitê Científico do UIA2021RIO, professora no Programa de Pós-graduação em Urbanismo – PROURB – da Universidade Federal do Rio de Janeiro, premiada em 2020 pela Federação Pan-americana de Associações de Arquitetos (FPAA) na categoria Pesquisa e Teoria.
A conversa de Luiz Alberto com Margareth está disponível na plataforma exclusiva aos inscritos no UIA2021RIO.
Inscrições estão abertas em: https://www.uia2021rio.archi/

*O 27° Congresso Mundial de Arquitetos se estende até julho deste ano, com conteúdos abertos e programação especial para inscritos no evento. Como parceira institucional do UIARio2021, os profissionais sindicalizados têm 20% de desconto na inscrição do 27° Congresso Mundial de Arquitetos. Informações no e-mail fna@fna.org.br

The post UIARio2021: Uma arquitetura permeável appeared first on FNA.