Documento entregue ao prefeito traz orientações de entidades de engenharia e arquitetura para aprimorar o processo de implantação do novo modal de transporte na capital.

 

Fonte: Senge-PR

Representantes do Senge-PR, Crea-PR, CAU-PR e Sindarq-PR foram recebidos pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, na manhã da quarta-feira (20), para tratar do projeto do metrô de Curitiba. Na reunião,  no gabinete da Prefeitura, as lideranças das entidades de engenharia e arquitetura entregaram a Fruet um documento com um conjunto de sugestões com o objetivo de aprimorar o processo de implantação do novo modal de transporte de alta capacidade na capital.

“Os sindicatos e os conselhos de engenharia e arquitetura estão unidos com o propósito de auxiliar a Prefeitura para que o processo de implantação do metrô de Curitiba seja conduzido de forma transparente e o projeto atenda às reais demandas da população.  É importante que o poder público tenha o controle das ações para que não ocorra com o metrô o que aconteceu na concessão do sistema de ônibus, processo hoje alvo de uma CPI na Câmara Municipal”, afirmou o presidente do Senge-PR, Carlos Roberto Bittencourt.

Segundo ele, o documento entregue ao prefeito apresenta um conjunto de instrumentos que orientam o processo de implantação do metrô. “A contribuição do Senge, Crea, CAU e Sindarq entregue ao prefeito traz uma abordagem técnica que passa pelo projeto, as obras, o processo de implantação, o gerenciamento do sistema e também a gestão financeira do contrato. Além disso, o documento aponta a necessidade da ampla abertura de canais de participação da sociedade nesse processo”, observou Bittencourt.

Menu