O Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas do Paraná (SINDARQ-PR), é um órgão e um instrumento da categoria. E que esta sempre trabalhando para a melhoria das condições de seus representados.

E vem através deste mostrar seu REPÚDIO a PL-4.302/98, e a forma como esta sendo tratada a terceirização de todos os trabalhadores brasileiros. Sim, a terceirização deve existir, mas com os devidos tratamentos, análises, e ponderações.

E nunca deve ser retirados os direitos conquistados a duras penas.

Alguns dos motivos:

– Salários médio dos tercerizados em 2013: R$1.776,78 (25% menor que os R$2.361,15 dos contratados diretamente)

– 57% dos tercerizados recebiam até dois salários mínimos (nas demais empresas, são 49,3%)

– Jornada média de trabalho dos terceirizados é de 43 horas/semana (7.5% mais que as 40 horas dos contratados)

– No país, há 47,4 milhões de trabalhadores com carteira assinada

– Desses, 12,7 milhões são terceirizados (dados de 2013)

– Escolaridade de terceirizados é menor: só 8,7% tem nível superior (entre os contratados diretamente, são 22,7%, segundo dados de 2014)

– Rotatividade é maior entre terceirizados: eles ficam em média 2,7 anos no emprego (os contratados ficam mais que o dobro: 5,8 anos)

Alguns gráficos:

Saiba mais sobre:
PL-4.302/98 na integra
https://goo.gl/FClBr6

Explicativos e análises:
Federação do Trabalhadores no Comércio no estado de Santa Catarina
https://goo.gl/o7i115

Economia UOL
https://goo.gl/aIVBCJ

Anamatra
https://goo.gl/zcKJgc

Menu