No dia 10 fevereiro de 2014, com intuito de participar e contribuir de forma efetiva com o processo de discussão técnica e de planejamento da mobilidade urbana na cidade, o Sindicato dos Arquitetos do Paraná (Sindarq/PR) protocolou a análise da minuta do edital de licitação e seus anexos para construção e operação da Linha Azul do metrô em Curitiba por meio de uma parceria público-privada (PPP). A análise feita em parceria com a Ambiens Sociedade Cooperativa.

Tal atitude foi tomada porque o Sindarq/PR entende a relevância e os efeitos desse tipo de intervenção sobre e para a cidade, bem como a responsabilidade e o papel técnico e político de arquitetos urbanistas.

No entanto, devida a falta de respostas, no dia 27 de março de 2014, o Sindarq/PR protocolou o mesmo documento junto ao Ministério Público e encaminhou cópia do mesmo ao Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Habitação e Urbanismo.

E, a quase um mês desta ação, ainda sem resposta no dia 29 de abril, foi encaminhada uma cópia do documento em questão ao gabinete do prefeito Gustavo Fruet.  Até o presente momento não houve qualquer manifestação ou resposta por parte da Prefeitura Municipal.

O Sindarq/PR informa que continuará a monitorar os andamentos dos protocolos referentes a esse documento e espera um posicionamento da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Leia o documento na íntegra: metro cwb sindarq_0802

 

Menu